Print Friendly, PDF & Email

Acredito que somente descrever, escrever e divulgar não seja suficiente, há pessoas mais pragmáticas, que necessitam ver para crer, ou entender. Então reuni no Laboratorio, algumas aplicações práticas (internas e externas) que permitem estes usuários visualizarem e compreenderem o meu estudo.

EXIF, metainformações em fotografias.

Você sabia que as fotos que tira com o smartphone e até mesmo com algumas câmeras, contem uma série de informações, que você nem fazia ideia?

O Exchangeable image file format (EXIF) é uma especificação seguida por fabricantes de câmeras digitais que gravam informações sobre as condições técnicas de captura da imagem junto ao arquivo da imagem propriamente dita na forma de metadados etiquetados. A especificação usa os formatos de imagem JPEG, TIFF rev.6.0 e o formato de áudio wave RIFF. O Exif não está suportado nos formatos JPEG 2000, PNG, GIF e BMP.

(Wikipedia)

Coordenadas de geoposicionamento (GPS)

Dos dados gravados nas fotos, como marca, modelo, sistema operacional, câmera que foi usada, e dados de fotografia, como abertura, velocidade, e etc… As mais sensíveis são as coordenadas GPS, pois podem revelar a posição da mais inocente foto.

As fotos que você tira, registram as coordenadas GPS com uma margem de 50m do local de onde a foto. Veja a imagem abaixo, com uma foto tirada próxima ao número 6, da Rua Eduardo Jansen, na praça Mauá, no Rio de Janeiro.

Foto mostrando lugar de onde foi tirada
Foto e local no mapa onde foi tirada, posicionamento a partir das coordenadas de GPS obtidas na captura da foto.

Confira aqui, nossa ferramenta que extrai os dados EXIF das fotos, e aproveite para conferir o local onde foram tiradas. A foto que você enviar terá seu dados extraídos e será imediatamente apagada, mas mesmo assim, é recomendável não enviar fotos sensíveis.


Textos neste blog que mencionam os metadados EXIF.

Cabeçalho HTTP

Quando você requisita uma página para o servidor, você envia uma série de dados se seu navegador e seu computador, você sabia?

São dados como marca e modelo do seu dispositivo (computador, smartphone, tablet), versão do sistema operacional, idiomas que suporta, marca e versão do seu navegador, e que recursos ele suporta. Além disto,também informa a página que você visitou anteriormente (se tiver clicado em um link nela), e o mais importante, seu número de IP.

Quando você conecta à internet, você recebe um número de IP público.Se estiver conectado pelo 3G ou 4G, o número de IP público será exclusivo do seu dispositivo, mas se estiver conectando através de uma rede, o número de IP será o número atribuído ao modem, ou seja, todos na mesma rede possuem o mesmo IP.

Que informações podem ser obtidas a partir do IP?

A primeira delas é o posicionamento geográfico, existem aplicações com bancos de dados precisos, conseguindo identificar sua posição com uma margem bem precisa.

A segunda é que através do IP, data e hora, é possível ao provedor, identificar quem acessou determinado site, este quem segue o mesmo critério descrito acima, por 3G ou 4G, será um assinante do celular, e pela rede, o assinante da banda larga.

A terceira é através de padrões. Vamos supor que diversas pessoas conectadas à mesma rede wifi, acessem o Facebook. O Facebook, saberá que estas pessoas estão próximas, compartilhando o mesmo ponto de acesso. Se este padrão de acesso se repetir algumas vezes, o Facebook pode presumir, que estas pessoas podem ser conhecer, e sugerem então amizades entre elas.

Este não é o único padrão, as possibilidades são ilimitadas, se você acessa a Internet durante a noite de Segunda a Sexta, e boa parte do dia nos finais de semana, por uma determinada rede, pode-se presumir que é neste local, que o usuário mora.

Quer saber quais dados seu navegador envia? Conheça nossa ferramenta.


Textos neste blog que mencionam o cabeçalho HTTP.